CTB e demais centrais sindicais convocam o Dia Nacional de Paralisação em Maceió

Estudantes e Centrais sindicais protestam nesta terça, em Maceió, contra terceirização e pela defesa de direitos
fevereiro 20, 2017
Trabalhadores vão ? s ruas em Maceió no dia nacional de paralisação protestarem contra o PL 4330
fevereiro 20, 2017

Está marcado para o próximo dia 15, uma paralisação nacional contra a aprovação do PL 4330, projeto que é entendido pelas centrais como uma forma de institucionalizar o trabalho precário, indo contra a um conjunto de conquistas trabalhistas históricas.

O #DiaNacionaldeParalisação, como vem sendo puxado nas redes sociais, está sendo convocado pelas centrais sindicais em todo o país. Em Maceió, a concentração será âs 9h no CEPA de onde sairá em direção ao centro da capital. Duas paradas serão obrigatórias: em frente a Caixa Econômica Federal, sinalizando a posição das centrais contra a privatização da estatal e a segunda, em frente a Casa da Indústria, marcando posicionamento também contra a privatização da CASAL. Em seguida a caminhada seguirá até a Assembléia Legislativa do Estado, onde se realizará o ato.

De acordo com Sinval Costa, presidente da CTB Alagoas, “o PL 4330 representa o retrocesso. Se hoje, em que existe uma legislação normatizando a relação de trabalho, muitos empresários a desrespeitam, com a ampliação ilimitada da terceirização que os setores empresariais conservadores desejam adotar no país, os salários, em pouco tempo, serão reduzidos, as jornadas de trabalho maiores e as garantias profissionais não existirão. É como se fosse legalizado o trabalho escravo”.

A proposta das centrais é construir um grande movimento de coalizão com os movimentos sociais e os partidos do campo democrático e popular para, juntos, afirmar a importância de se barrar esse projeto que pode representar a completa desregulamentação da CLT.

 

Por Mariana Moura, com informações das Centrais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *