Diretório do PCdoB-AL avalia as conjunturas nacional e estadual

Passe Livre: ALE aprova projeto de Lei
fevereiro 20, 2017
No primeiro fim de semana de março, UJS-AL realizou seu Curso de Formação Política
fevereiro 20, 2017

No último sábado, 07 de março, o Diretório Estadual do PCdoB se reuniu na capital alagoana para atualizar a agenda de mobilizações em defesa do mandato constitucional da presidenta Dilma e também refletir ações de conduta no cenário alagoano dentro e fora do governo Renan Filho.

Frente ao tamanho da batalha a enfrentar, a reunião contou com a participação do Camarada Patinhas, membro do Comitê Central do Partido para dar o tom da importâncioa do Partido tomar a linha de frente da luta pela garantia da democracia.

O documento base da reunião foi a circular lançada na última quarta-feira (04) pelo presidente Renato Rabelo a escalada da direita e da grande mídia golpistas de orquestrar? sem base jurídica alguma, o impeachment da presidenta Dilma.

Desse modo, se? destaca três bandeiras fundamentais capazes de aglutinar a esquerda e o conjunto do campo democrático e patriótico: “Contra o golpe, em defesa do mandato constitucional da presidenta Dilma; Em defesa da Petrobras e da engenharia nacional; e Contra a corrupção, pelo fim do financiamento empresarial das campanhas eleitorais”.

Faz-se necessário também que se compreenda quem são? os campos e que a luta pela democracia esteja para além das legendas partidárias. Em Alagoas, devemos estar conscientes de que contribuir com o governo de Renan Filho é contribuir com a força política do governo Dilma.

Entender que importância da articulação política das forças progressistas em cada estado e município para a realização de “ações conjuntas do campo democrático, patriótico e popular em torno das bandeiras unificadoras” é? uma tarefa que cabe somente ao bloco de esquerda, aos partidos e movimentos,? sendo o próximo dia 13 de março o primeiro passo dessa jornada de mobilizações no qual o Partido deve jogar todo seu empenho.

No documento, Renato Rabelo finaliza dizendo que “ainda em março, na luta contra a corrupção, devemos nos engajar na coleta de assinaturas pelo projeto de iniciativa popular da Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas que, entre outras propostas, defende o fim do financiamento de empresas ? s campanhas eleitorais. Os atos comemorativos dos 93 anos de fundação do PCdoB devem ser concebidos, também, para fortalecer essa contraofensiva”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *