Estudantes ocupam a ALE em protesto contra o Escola Livre

PCdoB repudia a Lei da Mordaça
fevereiro 20, 2017
Ato Fora Temer ocorre no domingo
fevereiro 20, 2017

Na tarde desta quinta-feira (05), estudantes mobilizados pelas entidades UNE, UBES e AESA ocuparam o plenário da Assembleia Legislativa de Alagoas em protesto contra a promulgação do projeto Escola Livre, popularmente conhecido como “Lei da Mordaça”, aprovada pela ALE, mas? vetada pelo governador.

O Projeto de autoria do deputado Ricardo Nezinho (PMDB), proíbe os profesores de manifestar opinião em sala de aula e causa ainda muita polêmica, com destaque ao posicionamento do Ministro da Educação, Aloísio Mercadante, que indignado, afirmou que o Governo Federal irá recorrer caso seja promulgada a lei: “O MEC vai recorrer, já encaminhamos ? AGU [Advocacia-Geral da União] para que o governo possa demandar uma ação de inconstitucionalidade. Não podemos voltar ao tempo da Inquisição, em que Galileu Galilei foi queimado porque achava que a Terra era redonda, e a ‘Fé’ não [achava]”, disse? Mercadante nesta terça-feira 3, durante a apresentação da segunda versão da Base Nacional Curricular, em Brasília.

Depois da derrubada do veto do governador, o projeto voltou ? s mãos de Renan Filho para promulgação, que não foi assinada em tempo hábil e agora depende da decisão do presidente em exercício da ALE, Ronaldo Medeiros (PMDB). Por falta de quórum, a sessão desta tarde foi suspensa, mas os estudantes se mantiveram no local em um protesto pacífico. Apesar disso, foi convocado reforço da polícia militar.

 

Por Mariana Moura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *