Secretária aposta no esporte como papel estratégico de combate ? violência

Aldo Rebelo é indicado para assumir o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação
fevereiro 20, 2017
Professor e pesquisador, Fábio Guedes é nomeado Presidente da FAPEAL
fevereiro 20, 2017
Exibir tudo

Inclusão social, oportunidades e parcerias. Essa é a tríade que deve nortear o trabalho desenvolvido pela pasta de Esporte, Lazer e Juventude, comandada pela secretária Claudia Petuba. Desvinculada da Educação pelo governador Renan Filho, o Esporte ganha autonomia e passa a assumir papel estratégico nas ações de combate ? violência e no fortalecimento da economia local.

Segundo a secretária da pasta recém criada, Claudia Petuba, o Esporte vive um momento de redimensionamento desde 2003, quando Ministério do Esporte foi criado no governo federal. “O Esporte, que antes era compreendido apenas como prática de modalidades de competição ou como uma disciplina dentro da vida escolar, passou a ser um forte instrumento de inclusão social e garantia de qualidade de vida nos últimos anos. Além disso, o segmento passou a fomentar um mercado, uma cadeia, a economia e gerar emprego”, observou.

A inclusão social pela atividade esportiva, de acordo com Petuba, não se restringe ao trabalho desenvolvido nas localidades que apresentam vulnerabilidade social, contempla também a terceira idade, portadores de deficiências e outros grupos.? “O primeiro contato que os jovens precisam ter com o esporte é por meio da escola, mas existem diversas faixas etárias da sociedade que não estão na escola. A ideia é dar oportunidades para que a população tenha melhor qualidade de vida e jovens talentos sejam descobertos e projetados”, explicou.

Como ação inicial, a secretária afirma a necessidade de um levantamento das áreas onde jovens apresentam maior vulnerabilidade. O diagnóstico vai possibilitar o desenvolvimento de projetos com a prática do desporto comunitário, que é o incentivo ? prática esportiva nas comunidades, com a atuação de profissionais do segmento e a oferta de diversas atividades esportivas.

Otimista com a contribuição desenvolvimentista que o Esporte deve trazer para o estado, Petuba acredita em diálogo e parcerias para realizar projetos. Aliado a isso, a secretária fala em potencializar o incentivo aos esportes praticados nas diversas condições naturais encontradas nas regiões do Estado.

“Manter o diálogo com os atletas e federações e fazer parcerias com universidades, institutos e órgãos para que possamos tratar o esporte no nível do alto rendimento e inserir Alagoas em um calendário nacional e internacional. Com isso, contribuiremos também com a economia local, o turismo e a atração de recursos e investimentos para potencializar as diversas condições naturais que o Estado possui”, destacou.

 

De? Ascom/SEE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *