UJS intensifica ações de campanha pela reeleição de Dilma Rousseff

UNE em AL diz que entidades tem liberdade para escolher o apoio aos candidatos
fevereiro 20, 2017
Professor sertanejo quer ser deputado estadual
fevereiro 20, 2017

Com material próprio, a UJS que completou 30 anos em defesa do Brasil, da juventude e do socialismo no dia 22 de setembro apontam alternativas na Plataforma eleitoral fruto da mobilizaçãode meio milhão de jovens ao 17º Congresso da entidade.? Os militantes da UJS, engajados desde o início do período eleitoral na reeleição da presidenta Dilma Rousseff, vão intensificar a campanha “Renovar a Esperança” nesta reta final.

De acordo com a vice-presidenta da entidade, Manuela Braga, a ideia é fortalecer os núcleos que funcionaram como comitês de campanha, mas principalmente, intensificar as ações nas universidades e institutos federais onde a UJS tem presença massiva.? “Estamos passando muito em sala, conversando com os estudantes, a campanha vai dar muita visibilidade para que no domingo todo mundo vote certinho, vote na Dilma”, disse.

Em Alagoas, Dário Rosalvo, presidente da UJS no estado diz que? “reeleger nossa presidente Dilma é fundamental para garantir a continuação dos avanços pelos quais o Brasil vem passando”. Lembrando das estatísticas dos últimos 12 anos,? afirma que “a juventude ganhou muito, seja com o aumento dos investimentos em educação, seja com a geração de emprego”. Em virtude disso, seu otimismo garante: “até domingo aumentaremos ainda mais o ritmo de campanha nas escolas e universidades!”

Entre outros pontos, a Plataforma Renovar a Esperança, apresentada aos candidatos defende:

Por cidades + humanas e jovens!

•? Passe livre nos ônibus, trens, barcas e metrôs.
•? Cidade digital: Internet livre para todos, com equipamentos que garantam alta velocidade.
•? Criar, ampliar e democratizar diferentes espaços públicos de sociabilidade para a juventude.
•? Maior rigidez e controle aos homicídios que acometem a juventude e em especial a juventude negra.
•? Criar Políticas Públicas Municipais contra a violência e discriminação de jovens LGBT.
•? Ampliar as ciclovias em todas as cidades.
•? Efetivar o Sistema Nacional de Juventude, composto de secretaria, conselho, plano e fundos municipais de juventude
•? Garantir a efetivação do Estatuto da Juventude.

 

Por Mariana Moura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *