UNEGRO-AL realiza encontro estadual de planejamento da luta antirracista

Nota das entidades estudantis contra o aumento da passagem
fevereiro 20, 2017
PCdoB Maceió realiza debate sobre sistema de transporte coletivo nessa terça
fevereiro 20, 2017

No último dia do mês de janeiro, a UNEGRO-AL realizou em Maceió o encontro estadual de planejamento estratégico de luta antirracista.

Marcada para ? s 10h, a abertura contou com a apresentação de um grupo de tambores. A programação conteve análise de conjuntura feita por Lindinaldo Freitas, presidente do PCdoB-Maceió? e a palestra “Brasil educador, desenvolvido e sem racismo, realizada pelo vice-presidente do Conselho Estadual de Igualdade Racial, Clébio Araújo, também vice-Reitor da UNEAL.

Adriano Santos, presidente da UNEGRO-AL, aproveitou para convidar para a participação na plenária nacional, que se realizará em Brasília, mas que ainda, por questão estrutural, não tem data.

De acordo com ele, estamos vivendo a década dos afrodescendentes, declarado pela ONU que “vem chamando para a luta antirracista”.

“O racismo está impregnado na cultura dos povos”, lembrou Adriano completando: “Precisamos de milhões. A luta contra o racismo não é só dos negros”.

De acordo com a análise da conjuntura, Lindinaldo Freitas diz que estamos vivendo uma crise de consequências graves que “começa a chegar no BRICS e na América latina”.

Freitas lembrou que “passamos a ter política antirracial a partir da eleição de Lula em 2002”.

Em sua palestra, Clébio Araújo disse que o racismo não é algo dado desde sempre, sendo “estruturalmente do presente” e não um “resquício do passado”, lembrado que a concepção do brasileiro como mestiço é uma construção do século passado.

“Nossa constituição articula um racismo muito forte”, disse Clébio afirmando que “a manutenção do capital depende da manipulação”.

 

Por MarianaMoura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *