Por uma ampla união em defesa da democracia, do Brasil e dos direitos do povo
outubro 29, 2018
Hugo Cavalcante: Menos Moro e mais Previdência
novembro 12, 2018
Exibir tudo

Após o resultado das votações do último domingo, que confirmou a eleição de Jair Bolsonaro à presidência da República, o PCdoB, através de seu presidente estadual, Lindinaldo Freitas, emitiu uma nota na qual considera que mesmo o retrocesso histórico exaltado no discurso do recém-eleito, deve ser democraticamente respeitado como a escolha legítima da maioria da população. E que cabe ao movimento da oposição tirar as devidas lições.

Leia abaixo, a íntegra da nota:

A luta não acaba aqui!

O resultado das urnas confirmou o crescimento do conservadorismo, desde a vitória de Bolsonaro à de Doria em São Paulo.

Nos cabe nesse momento respeitar o resultado das urnas e retirar delas as devidas lições.

Nessas eleições a disputa pelos rumos da economia e do país foi trocada pela disputa contra versus favor da agenda de grupos identitários, em um Brasil bombardeado com as investidas e abusos cometidos na sanha contra a corrupção. A agenda e os interesses do mercado passaram praticamente despercebidos e agora, provavelmente serão mantidos.

O Brasil entra na rota dos países em que através do voto foi demonstrada a fadiga e a revolta da população com o “sistema” e sua agenda, em última instância, trata-se dos sinais de esgotamento da globalização financeira.

A luta não acaba aqui. Mas para podermos nos reerguer teremos que entender por que e como entregamos nossa bandeira e nossas cores nacionais aos nossos adversários e teremos que retomar nosso patriotismo e ligação com o povo brasileiro.

A luta será grande, fico nesse momento com a canção de Raul Seixas.

“Todo jornal que eu leio
Me diz que a gente já era
Que já não é mais primavera
Oh, baby, oh baby
A gente ainda nem começou”.

Lindinaldo Freitas, Presidente do PCdoB de Alagoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *