Jornalista Ênio Lins recebe Comenda Audálio Dantas

Arthur Lira: Frente ampla como necessidade histórica para superar o bolsonarismo
julho 30, 2019
PCdoB Alagoas lança campanha de filiação com participação de Luciana Santos
agosto 30, 2019
Exibir tudo

Texto de Mariana Moura, foto de Márcio Ferreira

Ênio Lins, atual secretário de Estado da Comunicação do Estado e também membro do Comitê Estadual do PCdoB-AL, recebeu na tarde da última segunda-feira (5), durante sessão solene na Assembleia Legislativa de Alagoas, a primeira Comenda Jornalista Audálio Dantas, honraria criada pelo deputado estadual Davi Davino Filho (PP) para homenagear as personalidades que se destacam nos diversos segmentos da comunicação alagoana.

Ênio Lins dedicou a homenagem recebida aos saudosos jornalistas da “velha guarda” e afirmou que receber a Comenda Jornalista Audálio Dantas é uma “satisfação múltipla porque qualquer comenda que alguém receba é de se ficar orgulhoso; segundo, porque essa Comenda tem o nome de quem tem: Audálio Dantas. E terceiro, por ser a primeira pessoa a ser distinguida com tal honraria. Então, trata-se de uma honra tríplice”.

O deputado Davi Davino declarou que Ênio Lins é uma referência não só para Alagoas, mas para todo o Brasil e destacou a perspicácia dos seus traços que o consagraram como chargista.

Para o governador de Alagoas, Renan Filho, essa homenagem ao Ênio “é muito mais pelo profissional que foi ao longo da sua carreira do que pela estada circunstancial à frente da Secretaria de Comunicação. Mas estando ele secretário, eu não poderia deixar de vir aqui lhe dar um abraço, ele que é uma das nossas referências do jornalismo”.

Renan Filho também declarou que “o Ênio é um cara muito amplo, de bom coração, querido por todos no jornalismo e fora dele. Ele passou a vida expressando seus sentimentos por meio de charges, sentimentos felizes, tristes, as vezes bem humorado. E isso exige uma capacidade criativa muito grande”.

O Homenageado

Maceioense, Ênio, que é formado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), se profissionalizou como jornalista em 1979, na Tribuna de Alagoas, foi presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais e diretor da Tribuna Operária em Alagoas. Sempre atuante nos movimentos sociais, presidiu o PCdoB-AL. Foi vereador por Maceió em 1988 e o primeiro secretário estadual da cultura (1995-1996).

Chargista político, Ênio Lins é também um brilhante estudioso das charges no Brasil e reconhecido por seu talento. Foi colaborador da Revista Princípios e entre seus textos para essa revista destaca-se “A Charge Política”, escrito em 1986. Até os dias atuais, Ênio oferece seminários sobre a temática.

Em 2017, Enio Lins recebeu também uma homenagem da Associação dos Cronistas Desportivos de Alagoas (ACDA).

Desde 2015 é Secretário de Comunicação do Governo de Alagoas.

Audálio Dantas

Alagoano de Tanque D’Arca, Audálio Dantas começou sua carreira como repórter em 1954, no jornal Folha da Manhã (atual Folha de São Paulo). Ele também passou pela redação da revista O Cruzeiro, onde foi redator e chefe de reportagem, e pela Quatro Rodas. Na revista Realidade, Audálio se destacou pelas grandes reportagens, principalmente ao desbravar o Litoral e Sertão nordestino. Teve um importante papel como líder sindical à frente do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo e na FENAJ, onde chegou a denunciar barbáries durante o período da ditadura, incluindo a morte do jornalista Vladimir Herzog. Em 1978, foi eleito deputado federal pelo Estado de São Paulo. Algumas de suas obras incluem a biografia de Vlado Herzog, do também alagoano Graciliano Ramos, do escritor e cartunista Ziraldo, entre outras. Audálio morreu aos 88 anos no dia 30 de maio de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *