Movimento 65: PCdoB Maceió avança no projeto eleitoral para 2020

PCdoB de Alagoas se fortalece em Conferência Estadual
novembro 24, 2019
Exibir tudo

Por Mariana Moura

As eleições de 2020 tem gerado grande expectativas em todo o país, pois serão as primeiras em que não existirão mais as coligações para as campanhas proporcionais. Apesar de serem eleições municipais, este é um processo avaliado por muitos analistas como decisivo nacionalmente, tendo em vista o reagrupamento do sistema político brasileiro após as eleições de 2018 e a vitória do presidente Jair Bolsonaro.

Com tantas mudanças, os partidos estão buscando se atualizar e até mesmo se reinventar na busca pelo voto e a confiança do eleitor. Assim, o Partido Comunista do Brasil – PCdoB tem se destacado com inúmeras iniciativas, dentre elas o Movimento 65, uma frente eleitoral lançada pela legenda para unir candidaturas para as próximas eleições e que tem ganhado cada vez mais força.

De acordo com Luciana Santos, presidente nacional do PCdoB e vice-governadora de Pernambuco, o Movimento 65 está aberto para receber “mulheres e homens comprometidos com as causas de suas cidades”. O partido, que faz oposição ao governo Bolsonaro, lançou tal iniciativa com o objetivo de superar o ambiente de polarização vivido no país desde a última eleição, “nós defendemos um mundo de igualdade de oportunidades e de justiça” defende a vice-governadora.

Em documento divulgado pela direção nacional do PCdoB, o partido afirma que “o Movimento 65, que vai se propagando pelas cidades, nasce de um gesto decidido a unir os(as) brasileiros(as) em torno desses valores, centrados(as) em uma ampla frente dos(as) democratas e progressistas”.

Ainda segundo o documento, o PCdoB já está colhendo frutos com o Movimento 65 através de suas já anunciadas pré-candidaturas: “a prefeito e prefeita em 16 das 26 capitais, com forte presença no Sul, no Sudeste e no Nordeste. Além disso, nas 450 maiores cidades do País, estão sendo construídas 374 chapas próprias de vereadores(as), além de 118 pré-candidaturas aos governos municipais”.

Candidatura própria e chapa de vereadores em Maceió

“Em Maceió, o Movimento 65 cresceu muito”, diz o presidente estadual do PCdoB, Lindinaldo Freitas, afirmando que “com o Movimento 65, o PCdoB reforçou seu projeto para as eleições desse ano”.

“Nós temos pré-candidato à prefeitura da cidade, o jornalista e oficial de justiça Cícero Filho, que tem buscado ampliar o movimento e construir um projeto alternativo para Maceió”, afirma Naldo. “Nossa chapa de vereadores cresceu muito, estamos trabalhando com a possibilidade real de conquistar duas cadeiras na Câmara, com um grupo de candidaturas populares, pessoas comprometidas com o povo, em fazer de Maceió uma cidade mais justa” assegura o presidente.

O pré-candidato a prefeito, Cícero Filho, conta que está contente com o crescimento que o Movimento 65 teve, segundo ele a proposta do movimento tem tido muita aceitação em todos que tem conversado: “acredito que o que está em curso é algo que fará história em nossa cidade, um projeto construído por pessoas do povo, com objetivos e causas nobres e que com certeza irá se refletir na eleição” afirma.

Ainda segundo Cícero Filho, o foco do movimento “é ser um espaço em que todos e todas que queiram ajudar a melhorar a cidade, a fazer de Maceió uma cidade com menos desigualdade, com serviços públicos eficientes e descentes, possam participar, inclusive se candidatando nas eleições”.

Um programa de governo para reduzir as desigualdades

Além das inúmeras reuniões para construção da chapa de vereadores e de organização da pré-campanha, Cícero Filho revela que o Movimento 65 está se dedicando na construção de um programa de governo para transformar a realidade de Maceió.

Reunião da chapa proporcional que almeja eleger dois vereadores na capital

“Nós não queremos fazer o mais do mesmo, estamos reunindo e discutindo com especialistas, estudiosos e pesquisadores para traçar um programa de governo que possa inovar” assegura. Segundo o pré-candidato o programa está “trazendo soluções praticas para problemas que são complexos e difíceis, mas que jamais serão resolvidos se não forem enfrentados”.

Ele defende ainda que o foco do programa será a redução das desigualdades: “é uma vergonha convivermos com diferenças tão profundas, sem que o poder público tenha uma ação enérgica para melhorar a vida da imensa maioria da população”. Desse modo, acrescenta que trata-se de dar “dignidade para as pessoas, precisamos enxergar os outros como seres humanos, independente de onde moram ou condição social, não há como termos dignidade sem oferecer uma infraestrutura, transporte e serviços públicos decentes para todos”.

“Nós estamos nessa jornada e queremos contar com todos que queiram se somar, nosso inimigo é apenas um: a desigualdade que exclui tantos, precisamos mudar nossa cidade verdadeiramente, por isso o Movimento 65 está de portas abertas para quem deseja participar”, conclui Cícero Filho.

Os organizadores do Movimento 65 estão apostando no mês de março para alcançar um crescimento ainda maior. Serão realizadas reuniões abertas para quem deseja se candidatar durante todos os sábados.

Conheça o Movimento 65!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *