CE do PCdoB-AL reúne-se com a participação de Marcelino Granja

Em Palmeira dos Índios: as manobras para votar o “PCC de James”
fevereiro 20, 2017
Com uma grande feijoada, o PCdoB Alagoas confraterniza com camaradas e amigos
fevereiro 20, 2017

No último sábado, 6, ? s 10h30, iniciou-se a reunião do Comitê Estadual do PCdoB-AL que invadiu a tarde e foi dividida em dois momentos, o primeiro com os painéis sobre as conjunturas nacional, Estadual e sobre a Organização do Partido e o segundo com as intervenções do pleno.

A produtividade da reunião iniciou-se com Marcelino Granja, membro do Comitê Central do Partido, ex- secretário estadual de Ciência e Tecnologia de Pernambuco e Presidente do PCdoB de Pernambuco. Descrevendo a importância de “construir o mosaico” que é o Partido, por sua pluradidade, o Camarada fez a análise, de acordo com as resoluções do 8º Congresso Sobre Questões do Partido, do caráter extraordinário que foi gerado por uma série de acontecimentos que tornaram a campanha presidencial radicalizada.

“Nunca antes na história da República houve condução política do mesmo grupo por tanto tempo”, disse Marcelino que seguiu dizendo que o resultado,? apesar de apertado, representa uma “vitória política e eleitoral pela capacidade de ganhar apesar das disenções”. Segundo afirma, as condições de os avanços no país aumentaram ? medida em que Dilma assumiu compromissos mais avançados.

“A? campanha para nos derrubar começou em 2005”, afirmou Marcelino.? “Não foi fácil ganhar. Ganhamos porque o governo Dilma é forte e realizador”.? “Claramente temos um corte de classes, um corte de interesses, pois o governo é bom para os trabalhadores e pequenos e médios empresários”.

Observando o contexto na óptica do Patido, Marcelino encerra sua intervenção afirmando que “o resultado foi bom”, mas que a grande questão é o desafio da construção do Partido que firme a identidade político-eleitoral com importantes? bases sociais? nas capitais.

Sobre Conjuntura Estadual, a presidente estadual do PCdoB, Claudia Petuba afirmou que Alagoas tem passado por um processo de retrocesso com os últimos governos e que por isso “atuamos para garantir a unidade do campo de oposição”. Nesse sentido, explica que “a vitória dessa frente pode abrir um ciclo político de desenvolvimento para? Alagoas” e que a campanha e o resultado mostraram que? o Partido saiu fortalecido.

Apesar disso, os votos que tivemos com a candidatura do Professor Edvaldo, mesmo não o elegendo,? nos garantiu? a segunda suplência. No entanto, “nosso candidato saiu ainda mais fortalecido e merece destaque e nosso parabéns coletivo”, pois se consolidou como uma grande liderança no estado.

Último painel antes do almoço, para encerrar o primeiro momento, Sinval Costa, presidente da CTB no estado e Secretário de Organização Estadual do Partido afirma que a “Política de quadros está muito atual” e que é necessário focar no planejamento da estruturação partidária ampla, fortalecendo os redutos eleitorais.? Analisa que é fundamental? “dominar o Programa Socialista e o Estatuto”, como uma meta a ser cumprida por todos os militantes.

No segundo momento da reunião, os demais membros do CE fizeram suas intervenções e foi aprovada uma? resolução política que sistematiza as análises de conjuntura e o balanço das eleições, além de definir as tarefas do Partido no estado e as linhas para organização partidária e reorganização? dos Comitês Municipais.

 

BAIXE AQUI A RESOLUÇÃO APROVADA NA REUNIÃO

 

Por Mariana Moura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *