Em diplomação, Renan Filho prega união e convoca nova emancipação de Alagoas pelo fim da miséria

Professor e Vice-Reitor da Uneal receberá Comenda do Mérito Educativo Alagoano
fevereiro 20, 2017
CEE concede Comenda do Mérito Educativo Alagoano a dez professores
fevereiro 20, 2017

O governador eleito Renan Filho conclamou não apenas os diplomados da tarde desta quinta-feira, 18, mas todos os segmentos sociais para unirem-se por uma Alagoas livre da miséria e da estagnação social. O chamamento do futuro governador aconteceu durante a solenidade de diplomação dos candidatos vitoriosos nas eleições gerais de 2014, ocorrida no auditório do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas.

Na iminência dos 200 anos de emancipação política de Alagoas – que ocorrerá em 2017 -, Renan Filho destacou a necessidade da promoção de uma nova emancipação por meio de uma união de forças políticas e sociais para vencer o subdesenvolvimento do Estado.

“Emancipação é o ato de se tornar livre, independente. Queria fazer um chamamento para promover uma nova emancipação. Precisamos nos tornar livres desta vez da miséria, da violência, da falta absoluta de oportunidade dos mais pobres, precisamos nos livrar da estagnação social, promovendo as mudanças necessárias”, ressaltou o governador eleito.

Ele voltou a enfatizar que governar Alagoas é a missão de sua vida e durante seu discurso reconheceu a grandeza do desafio – o Estado ostenta a segunda maior dívida pública do Brasil, além de ser o mais violento e dispor ainda do menor investimento em saúde pública e sustentar umas das taxas de analfabetismo mais altas da federação.

“É o momento de convergência para que Alagoas ande na velocidade que ela precisa”, emendou Renan Filho citando o pensamento da médica psiquiátrica alagoana Nise da Silveira – “é necessário se indignar, pois só assim é possível mudar a realidade”.

E das mãos do vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE/AL), desembargador Sebastião Costa Filho, o diploma de governador do Estado de Alagoas foi entregue a Renan Filho. Lembrando o discurso de sua campanha, o governador eleito frisou que vai trabalhar para abrir as portas da saúde e sobretudo fará da educação o centro de seu governo, como também tomará para si a responsabilidade da segurança pública do Estado. “Como governador do Estado vou liderar o movimento para tirar o título de Alagoas de Estado mais violento do Brasil”, concluiu Renan Filho.

_rf_diploma__o___fotos_marcio_ferreira__1_

Por Cadu Epifânio, Tribuna do agreste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *